BIÓPSIA GUIADA 

POR IMAGEM

A biópsia percutânea é um procedimento que consiste na retirada de material de uma  lesão ou órgão que será analisado por um médico patologista, para melhor definição de alguns diagnósticos.

Está indicada sempre que há dúvidas quanto a um diagnóstico, que não pôde ser adequadamente esclarecido através dos exames convencionais ou quando se precisa definir, em caso de tumores, sobre sua natureza benigna ou maligna.

Para os casos com suspeita de neoplasia, como hoje em dia o tratamento destes pacientes é cada vez mais ”personalizado”, e baseado em alterações minuciosas encontradas na análise  do material coletado do tumor (histopatológica e imunohistoquímica), é muito importante o acompanhamento de um médico patologista durante a biópsia. Pois estando presente, este pode avaliar imediatamente a qualidade da amostra que foi coletada, evitando assim a necessidade de repetir a biópsia por coleta de material insuficiente.

Biópsias em geral costumam ser realizadas com anestesia local, uma agulha é introduzida na pela até alcançar a lesão ou órgão que será examinado para retirada do material. Por ser guiado por algum método de imagem (ecografia ou tomografia), o médico visualiza durante todo o tempo a lesão ou órgão que ele deseja alcançar e o trajeto que a agulha faz até chegar neles, reduzindo os riscos de seguir por um trajeto indesejado e lesionar outras estruturas que estejam no caminho e aumentando também as chances do alvo ser atingido e uma quantidade satisfatória de material ser coletado.

 O paciente permanece em observação e pode ser liberado algumas horas depois, sem necessidade de internação.

PRINCIPAIS BIÓPSIAS

Biópsia pulmonar

Biópsia hepática

Biópsia renal

Biópsia de próstata

Biópsia de pâncreas

Biópsia de adrenal

Biópsia óssea

Punção (PAAF) de tireóide

Microscope