MÚSCULO-ESQUELÉTICO

BIÓPSIA ÓSSEA

A Radiologia Intervencionista possui fundamental importância para o diagnóstico e tratamento de enfermidades em diferentes compartimentos do organismo, pois viabiliza a coleta apropriada do material a ser analisado.

A biópsia percutânea por fragmento é um importante instrumento na avaliação de lesões ósseas suspeitas de malignidade; suspeitas de tumores ósseos primários ou de recidiva sistêmica do câncer, como metástases ósseas, são indicações frequentes de biópsia percutânea guiada por tomografia computadorizada.

O procedimento guiado por TC é um método seguro e acurado para definição diagnóstica, possuindo baixas taxas de complicações, o resultado ideal deve ser seguro o suficiente para definir condutas.

musculo1.jpg

ABLAÇÃO RADIOFREQUÊNCIA DE OSTEOMA OSTEÓIDE

O osteoma osteóide (OO) é o tumor ósseo benigno mais comum, responsável por 11% destes  e 5% de todos os tumores ósseos. Apesar de ter um pico de incidência entre os 11 e os 20 anos de idade e de 90% dos casos ocorrerem entre os 5 e os 30 anos, pode afetar indivíduos de todas as idades. Apresenta predominância pelo sexo masculino e localização em quase todos os ossos.

Como o OO tem uma clínica clássica e uma apresentação radiográfica bastante típica, por vezes basta a combinação destes dados para fazer o diagnóstico, contudo, o diagnóstico definitivo só é obtido pela biópsia.

As técnicas percutâneas surgiram como alternativa à cirurgia, utilizando menos recursos, provocando menos efeitos colaterais e permitindo uma recuperação mais rápida. Entre as técnicas percutâneas atualmente disponíveis, a que mais se destaca é a ablação por radiofrequência, aplicada pela primeira vez com sucesso no tratamento desta lesão em 1992.

A radiofrequência já demonstrou ser uma técnica segura e eficaz, adequada à maioria dos pacientes e de rápida execução. A taxa de complicações da radiofrequência é de 1,8%, a curto prazo, devem ser avaliadas complicações relacionadas com o procedimento: hemorragia, edema, inflamação ou queimaduras.

OO.jpg
oo2.jpg