MIOMA UTERINO

O que são miomas uterinos?


Miomas são tumores benignos que surgem na camada muscular do útero e podem ocorrer em qualquer mulher. Miomas são encontrados principalmente no grupo de mulheres em idade reprodutiva, sendo infrequentes em adolescentes que ainda não menstruam ou em mulheres que já estejam na menopausa. Os miomas são também mais comuns em mulheres com história familiar de miomas e em negras.




Que sintomas posso apresentar?


Estima-se que 40-80% das mulheres apresentarão miomas em algum momento de suas vidas. Muitas poderão ser assintomáticas, porém outras desenvolvem sintomas, dentre eles: - cólicas abdominais mais intensas, - sangramentos menstruais abundantes e duradouros, - dor pélvica crônica, - aumento do volume abdominal, - sintomas urinários (dificuldade de enchimento da bexiga, aumento da frequência urinária). Em alguns casos mais graves o mioma pode interferir na fertilidade, dificultando a possibilidade de engravidar ou mesmo prejudicando uma gravidez já existente, aumentando o risco de abortamento e parto prematuro, em algumas situações. Portanto, trata-se de uma condição que em diferentes formas de apresentação compromete a qualidade de vida da mulher.




Por que surgem os miomas uterinos?


Não se sabe ao certo a causa dos miomas uterinos, mas a pesquisa e a experiência clínica apontam para alguns fatores: - Mudanças genéticas: muitos miomas contêm alterações em genes que os diferem das células musculares uterinas normais. - Influência Hormonal: estrogênio e progesterona são dois hormônios que estimulam o desenvolvimento do revestimento uterino a cada ciclo menstrual e parecem promover o crescimento de miomas, pois estes tumores contêm mais receptores destes dois hormônios do que as células musculares uterinas normais. Tanto que os miomas tendem a diminuir após a menopausa quando há uma diminuição na produção desses hormônios.




Existem fatores de risco para o surgimento dos miomas?


- Etnia: embora qualquer mulher em idade reprodutiva possa desenvolver miomas, as mulheres negras têm maior probabilidade de ter miomas que as outras. Além disso, as mulheres negras têm miomas em idades mais jovens, e possivelmente também miomas maiores e que causam mais sintomas. - História Familiar: se sua mãe ou irmã tem miomas, você tem maior risco de desenvolvê-los. Outros fatores que parecem aumentar o risco de desenvolver miomas, são: Início da menstruação em idade precoce; Obesidade; Deficiência de vitamina D; Dieta rica em carne vermelha e pobre em vegetais verdes, frutas e laticínios; Injestão de álcool, incluindo cerveja.




Como é feito o diagnóstico dos miomas uterinos?


Miomas uterinos são freqüentemente encontrados incidentalmente durante um exame pélvico de rotina ou você pode estar apresentando alguns sintomas listados acima e seu médico poderá iniciar uma investigação diagnóstica. Ultrassom ou Ecografia: método mais comum para obter uma imagem inicial do seu útero e confirmar o diagnóstico, consegue classificar e medir os miomas. Outros exames de imagem também possuem relevância e podem ser solicitados em algum momento da investigação, se seu médico achar necessário: -Ressonância Magnética -Histerossalpingografia -Histeroscopia -Histerosonografia Dentre eles, o mais comum é a Ressonância Magnética, já que esse exame de imagem pode mostrar com mais detalhes o tamanho e a localização dos miomas, identificar diferentes tipos de tumores e ajudar a determinar as opções de tratamento adequadas. Exames de laboratório: se você tiver sangramento menstrual anormal, seu médico pode solicitar outros exames para investigar as causas potenciais. Isso pode incluir um hemograma completo para determinar se você tem anemia devido à perda crônica de sangue e outros exames de sangue para descartar distúrbios hemorrágicos ou problemas de tireóide, por exemplo.




Quais são os tipos de tratamento disponíveis?


Não há uma abordagem única e melhor para o tratamento de mioma uterino - existem muitas opções de tratamento. Se você tiver sintomas, converse com seu médico sobre as opções para o alívio dos sintomas. - Medicamentos -Embolização dos miomas -Cirurgia para retirada dos miomas -Cirurgia para reirada de todo o útero




O que é a embolização de miomas uterinos?


A embolização de miomas é uma opção de tratamento para toda mulher que tenha sintomas decorrentes dos miomas. A embolização consiste em bloquear o fluxo de sangue que segue para o útero, impedindo assim que o sangue chegue até os miomas, e com isso, sem receber sangue os miomas perdem sua fonte de energia, provocando sua involução e melhorando os sintomas a eles relacionados. Para a embolização é feito um pequeno corte (cerca de 2mm) na região da virilha ou do punho, através do qual é inserido o material o qual segue até a artéria que nutre o útero, onde serão injetadas as partículas que bloqueiam o fluxo sanguíneo dos miomas.




Quais as vantagens da embolização?


As principais vantagens da embolização são: -Não haver grandes cortes, nem pontos, de modo que não deixa cicatrizes e não compromete a estética feminina; -Não retirar o útero, nem fazer cortes nele, permitindo que a mulher possa engravidar depois; tratar todos os miomas de uma só vez, independente de tamanho, número ou localização deles; -Não impedir a realização de outros tipos de tratamento para miomas depois, se for necessário e permitir a rápida recuperação da paciente, com retorno para atividades habituais em cerca de 3 dias.




O que é ablação de miomas uterinos?






tipos-de-mioma.png
mioma esquema.png
mioma esquema.png

Embolização para Tratamento dos Miomas do Útero - Video 1

Embolização para Tratamento dos Miomas do Útero - Video 3 - PREVENÇÃO

Embolização para Tratamento dos Miomas do Útero - Video 2 - CAUSAS E SINTOMAS

Embolização para Tratamento dos Miomas do Útero - Video 4 -TRATAMENTO